Fardo de Ternura | Fardo de Ternura

O Fardo de Ternura

O Grupo Fardo de Ternura surgiu, em 2014, da necessidade de três mulheres construírem uma rede de apoio entre elas durante o puerpério (pós-parto). Elas faziam encontros em suas casas para partilhar experiências e os cuidados com as crianças.

Com o tempo, e com a percepção de quanto isso as fazia bem, decidiram abrir esse espaço pra outras mulheres através da organização de rodas de conversa gratuitas com temas relacionados à maternidade.

O Grupo Fardo de Ternura foi o primeiro grupo de apoio ao pós-parto de Niterói e desde então, oferece atividades com foco no protagonismo da mulher, na escolha informada e no apoio integral das suas decisões.

O número de mulheres que buscou essa rede de apoio aumentou e o Grupo Fardo de Ternura começou a realizar rodas de conversa mensais, abertas ao público.

Doulagem & Consultoria

Ao longo desses anos o trabalho se ampliou, as coordenadoras se tornaram doulas e consultoras em aleitamento materno, e o grupo passou a oferecer também assistência à gestação, parto, pós-parto e consultoria em amamentação.

Coordenadoras

Camille Fonteneles

Co-fundadora do Fardo de Ternura, mãe da Maria Fernanda, da Aurora e mãe de coração do Renato.  Acredita e consegue ver a potência de cada mulher. Trabalha diariamente, há 5 anos, para que todas as mulheres sejam respeitadas em suas escolhas, sem julgamento e com muito acolhimento.

É Educadora de formação,  Doula, Educadora Perinatal,  consultora em amamentação, Laserterapeuta, e analista biodinâmica (em formação).

Fernanda Melino

Mãe da Helena e do João, feminista, ativista pela humanização do nascimento e do parto respeitoso. Acredita que as mulheres são mais fortes quando estão juntas na luta, no abraço apertado e no sorriso que vem d’alma.  É doula, consultora internacional em lactação pelo IBLCE, laserterapeuta, educadora perinatal certificada pelo Spinning Babies e fisioterapeuta neonatal e pediátrica pelo IFF/FIOCRUZ.

Luara Lima

Mãe da Flora. Se descobriu feminista olhando ao redor e percebendo a potência da união entre as mulheres, e o quanto é fundamental seguir juntas na luta por nossos direitos. Ativista pelo direito ao parto respeitoso, pelo protagonismo da mulher em suas escolhas, pelo cuidado à saúde das mulheres e bebês baseado em evidências científicas. Acredita que trabalhar como doula é apoiar mulheres na busca pelo autoconhecimento, no fortalecimento de sua confiança no próprio corpo e proporcionar o acesso a informações de qualidade que as possibilite repensar e fazer escolhas, com respeito e acolhimento. É doula, psicóloga, especialista em gestão da Atenção Básica pela ENSP/ FIOCRUZ, trabalhadora e defensora do SUS com qualidade e para todos.

Renata Suzano

Mulher, taurina, adepta da Ginecologia Natural. Vive em constante busca por autoconhecimento e evolução. Encontrou no coletivo de doulas Fardo de Ternura uma fonte de cura a partir da força do sagrado feminino. Acredita no poder transformador da educação e na força da coletividade. 

Apoia o protagonismo feminino na busca por um parto respeitoso e por um atendimento humanizado baseado em evidências. É Doula, Educadora Perinatal, Bióloga, Doutora em Ciências Biológicas MN/UFRJ.

Tamara Fogel

Mãe do Lucas e do Pedro, despertou para o mundo da humanização após viver uma experiência libertadora no nascimento do seu segundo filho, há 4 anos. Desde então, investe diariamente sua energia em autoconhecimento, difusão de informações baseadas em evidências científicas, conexão real entre as mulheres e o despertar para o poder pessoal de cada uma. É Doula, Consultora em Amamentação, Laserterapeuta, Educadora, Mestre em Ciências pelo IOC/Fiocruz e Estudante de Pedagogia Waldorf/ Antroposofia.

Casa de Ternura

Um lugar de abraços apertados, afetuosos e sinceros que chamamos de casa porque nosso objetivo é receber mulheres e famílias num espaço acolhedor e seguro onde o sentir é livre e vivenciado sem julgamento, assim como desejamos que os lares sejam.